segunda-feira, 10 de maio de 2010

Catarse coletiva no concurso da Caixa


Um erro ridículo deixou muita gente na mão neste final de semana durante as provas para o concurso da Caixa Econômica Federal: o endereço do local da prova estava errado! Somente em São Paulo, pelo menos 300 pessoas pagaram, estudaram em cursinhos ou em casa, vieram de outros locais, como Goiania e Brasília e simplesmente ficaram a ver navios. Não conseguiram fazer a prova que poderia mudar suas vidas.
A Cespe, empresa ligada a Universidade de Brasília foi a responsável pela organização do concurso, e afirmou, sem pestanejar, que o erro foi dos candidados. Resposta de alguém que não vê os candidatos como pessoas à procura de oportunidades de trabalho, mas como meros números. Cerca 300 pessoas (fora o pessoal que prestou em Osasco e Rio de Janeiro) errando, ao mesmo tempo, o local da prova. Explicação, no mínimo, estúpida e inconsequente. Muitos candidados, barrados por não ter seus nomes inclusos nas listas, exibiam seus comprovantes de pagamento. A confusão foi geral. Erros existem, ninguém está livre deles. Mas alegar que os candidatos erraram o endereço seria afirmar que houve uma espécie de catarse coletiva, onde todo mundo pensou a mesma coisa ao mesmo tempo. Nem Hollywood foi tão criativa....

Nenhum comentário:

Postar um comentário