sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Dama do samba paulistano lança obra inédita e fortalece redutos de São Paulo

(Texto: Oficina de Mídia)

Você Vai Se Quiser, na Praça Roosevelt, é um lugar bastante concorrido em São Paulo. Não é apenas um bar e sim, um projeto cultural do cancioneiro popular. Lá se apresentam artistas de renome do samba paulistano, músicos que estão há vinte, trinta anos na estrada.
Este é o caso de Graça Braga, compositora e cantora com um vozeirão e que, depois de 30 anos de janela, resolveu lançar um cd antológico, “Eu Sou Brasil”, pela gravadora Por do Som. A artista já dividiu o palco com gente de peso como Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Zélia Duncan, Diogo Nogueira, entre outros.

O cd conta com a produção do Quinteto em Branco e Preto e participação de Jair Rodrigues numa das faixas, Guerra dos Sexos. A música abre-alas do disco é “A Dona do Samba”, de sua autoria com Paquera (do Samba da Vela). “A canção não é arrogante. Eu não sou a dona do samba. Eu fiz uma homenagem às mulheres que tomam conta do samba, que cantam, dançam, e divulgam este patrimônio do Brasil”, afirma Graça.
Com o lançamento desta obra, Graça Braga firma São Paulo como um reduto de samba respeitável e de qualidade. Além do Você Vai Se Quiser, na Praça Roosevelt, altares de samba como o Berço do Samba de São Mateus e o Samba da Vela, na Casa de Cultura de Santo Amaro, foram valorizados e recebem cada vez mais adeptos. “O samba não tem limites geográficos. Não se define o samba com pedaços de terra e sim, com sangue nas veias, tradição”, ressalta Graça.

Dona Graça
Graça Braga foi criada na roda de samba. Os tios formavam um regional, a mãe cantava e tocava violão e Marinês, sua tia, foi porta-bandeira da Nenê de Vila Matilde por 30 anos. Graça integra a Comunidade Samba da Vela, onde se cultua a cultura popular voltada aos autênticos sambas de terreiro, além de formar novos compositores. Participa também do reduto Berço do Samba de São Mateus.

A cantora e compositora se apresenta semanalmente em seu bar “Você Vai Se Quiser”, na Praça Roosevelt, em São Paulo. Recebeu o certificado de reconhecimento e valorização e difusão do samba, outorgado pela Assembléia Legislativa de São Paulo, que instituiu o dia 2 de dezembro como o Dia Nacional do Samba.


SERVIÇO:
CD “EU SOU BRASIL” – GRAÇA BRAGA
Gravadora Pôr do Som – http://www.pordosom.com.br/
Site da artista: http://www.gracabraga.com/
Preço Sugerido: 20,00

MAIS INFORMAÇÕES:
Oficina de Mídia
(11) 2219-2433
Maurício Santini (11) 9224-8737
Solange Melendez (11) 9232-9712

Nenhum comentário:

Postar um comentário