segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Propaganda enganosa

O governo federal criou uma campanha onde pede às pessoas que tenham informações sobre pessoas desparecidas durante a ditadura militar que entrem em contato e disponibilize essas informações. O que parece um avanço, em nossa humilde opinião, é um atraso. Enquanto na Argentina põe-se atrás das grades generais que torturam e mataram estudantes e professores durante o período de repressão, o Brasil apela á sua população que informe o governo. Não seria mais fácil abrir os tais arquivos do governo, lotado de informações preciosas que dariam pistas também preciosas? E não é somente este blog que cobra tal atitude, mas todas as comissões de desaparecidos, mães que perderam seus filhos e filhos que perderam seus pais. Os arquivos que os militares não permitiram que fosse aberto, esses sim, poderiam esclarecer muito sobre o paradeiro dessas pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário