terça-feira, 28 de julho de 2009

Danilo Gentili, do CQC, será investigado por declaração considerada racista


Danilo Gentili integrante do CQC da Band, será investigado pelo Ministério Público Federal em São Paulo, por fazer uma declaração considerada racista em seu Twitter. “Agora no TeleCine KingKong, um macaco que depois que vai para cidade e fica famoso pega um loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?”, escreveu Gentili no último sábado (25/07).

A mensagem foi encaminhada a um procurador, que vai apurar se houve racismo ou não. O post gerou muitas reclamações no seu próprio Twitter e no mesmo dia Gentili tentou se defendere se complicou ainda mais. “Alguém pode me dar um explicação razoável porque posso chamar gay de veado, gordo de baleia, branco de lagartixa mas nunca um negro de macaco?”, twittou.

No domingo, Gentili postou uma foto em seu blog, em que ele aparece dentro de uma jaula, ironizando a situação com a seguinte legenda: “Obrigado pessoal. Vocês conseguiram me prender igual um macaco por denúncias de racismo”.

Depois de toda confusão, Gentili pediu desculpas a qualquer pessoa que tenha ofendido, mas afirmou que não vai tirar os tweets do ar porque realmente disse o que está escrito na sua página.

Nenhum comentário:

Postar um comentário