quinta-feira, 30 de abril de 2009

Pílula de Cultura Feira Preta comemora os 121 anos da Abolição da Escravatura

A Fnac Pinheiros e a Casa das Caldeiras se preparam para receber as Pílulas de Cultura Feira Preta. Com uma proposta colaborativa, a Pílula de Cultura Feira Preta realiza uma edição dedicada a Abolição da Escravatura. Com o tema "121 Anos do que?", a miscelânea de diferentes vertentes artísticas proporciona o intercâmbio e a reflexão sobre a cultura negra hoje, passado os 121 anos de libertação dos escravos.

O evento está programado para os dias 03 de Maio (domingo), na Casa das Caldeiras e 13 de Maio (quarta-feira) na Fnac Pinheiros. Promovida pela Pretamultimidia em parceria com a Casa das Caldeiras, Fnac e o projeto Trusty, a edição do evento reafirma a reflexão sobre "Qual É O Espaço da Cultura Negra Hoje", trazendo intervenções culturais contemporâneas afro-brasileiras. O evento é organizado por Adriana Barbosa, Casa das Caldeiras e o coletivo Trusty. Em 2009, a abolição da escravatura no Brasil completa 121 anos. O Brasil foi o último país nas Américas a extinguir a escravidão.

Descrição dos eventos

A programação da Casa das Caldeiras terá uma programação especial, para refletirmos sobre a abolição. A programação abrigará intervenções de literatura, exibição do curta "Dê sua ideia, Debata". Em Novembro de 2007 algumas pessoas que militam no movimento negro, foram convidadas a darem suas ideias de bata sobre Afrocentrismo, Diáspora Africana, Classificação Racial e outros temas atrelados sobre debate de relações raciais. As integrantes da Odun Formações & Produção colheram os depoimentos, vestiram suas batas e durante o ano de 2008 trabalharam da finalização do documentário.

O público será convidado a interagir com a roda e performances improvisadas juntamente com o bate papo, tendo como tema 121 Anos do que? Exposição de fotos e artes plásticas, oficinas de tecidos africanos com Jaergenton, e tambores com o percussionista Zé Benedito.

E para finalizar o domingão cultural, o coletivo multimídia Trusty apresenta o projeto "Ha Ha Ragga", com o intuito de implantar uma nova cara as festas de Reggae Music que acontecem no momento, aqui e também no mundo inteiro. Dancehall é um estilo inovador, popular na Jamaica que nasceu no fim dos anos 70. O estilo moderno do dancehall é híbrido e caracteriza um DJ ou um "MC-jay" que canta e produz as próprias batidas com colagens de reggae ou com recursos musicais originais. E para essa edição do dia 03 de Maio , em combinação perfeita na Casa das Caldeiras, os projetos residentes Pílulas de Cultura e Trusty, promovem o primeiro Festival de Dancehall do Brasil, com o melhor do Ragga ao vivo com a Banda Q.G Imperial com participação de Arcanjo Ras - Pump Killa - Jimmy Luv - Sambatuh & Lei Di Daí. E ainda, Poetiza, Flai Thunda, Lyson Fire, Raggademente (Brasilia), Victor Binghi I (Rio de Janeiro), Alien Man. Acompanhados pelos Selectas: Lord C. Lecte r, Chars inDUBtavel e M.ATTA.


Dia: 03 de Maio 2009 - Horário: 16:00 às 21: 30
Local: Av. Francisco Matarazzo, 2000 - Barra Funda

A programação da Fnac Pinheiros abrigará intervenções de literatura, leitura de Poemas do Selo Quilombhoje, exibição do curta Laroyê (Rogério Pixote), dedicado ao Orixá Africano Exú
(Exu é o Orixá da comunicação e do movimento), o guardião das aldeias, cidades, casas e do axé. Também integram o evento uma roda de conversa, tendo como tema Culturas e Dramaturgia Negra na Periferia de São Paulo, com a presença de integrantes do Umojá. Para finalizar, intervenção com o Grupo Umojá apresentando musicas e danças das culturas afro brasileiras: Cirandas, Cocos, Afoxés, Maracatus e Sambas. grupo que trabalha linguagens artísticas, com ênfase nas culturas afro-brasileiras e nos seus aspectos híbridos, danças dramáticas populares e musicalidades: cocos, maracatus, sambas rural, de roda, de viola, de partido alto, cirandas e afoxés. Umoja na língua africana Swahili, falada na costa oeste da África significa UNIDADE.

O público será convidado a interagir com a roda e performances improvisadas juntamente com os dançarinos e músicos. Ao todo são 13 integrantes autodidatas, pesquisadores universitários, artistas em processo de formação, atores, bailarinos, músicos, figurinistas, e produtores, identificados com o universo das culturas populares e afro-brasileiras.

Dia: 13 de Maio/2009 - Horário: das 19:00 às 21:00
Local: Fnac Pinheiros: Av. Pedroso de Moraes, esquina coma Praça Omaguas


O Projeto Pílulas de Cultura Feira Preta, faz parte do projeto "Feira Cultural Preta", cuja proposta é possibilitar o público a descobrir a riqueza cultural que o povo africano deixou de herança para o Brasil através das mais diversas manifestações artísticas culturais. A Feira Preta hoje é um movimento cultural que promove a cultura popular negra brasileira, de forma contemporânea e procurando respeitar a tradição. A realização é da Pretamultimidia, com parceria da Casa das Caldeiras e apoio do Proac - Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo e Governo de São Paulo.

Maiores informações pelo telefone Pretainfo (11) 3031-2374 e feirapreta@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário